OS DEZ MANDAMENTOS DO BONSAI

OS DEZ MANDAMENTOS DO BONSAI

Escrito por  Alejandro Bedini Jueves, 19 DE SETEMBRO DE  2013 07:41

Alejandro Bedini nos fala do que para ele são os 10 mandamentos do bonsai, 10 pontos de vista que nos ajudam a disfrutar ao máximo nossos bonsai e seu cultivo.

1 – Respeitar a natureza sobre todas as coisas

É importante a partir de este ponto considerar que os trabalhos em bonsai devem, sobretudo respeitar a árvore e não submetê-la a um stress desnecessário.  Também, evitar os yamadoris que em forma indiscriminada buscam conseguir um exemplar sem importar as implicações do ato de “saquear”a natureza. Além de, em alguns casos sem contar  com a aprovação do dono do lugar, sem considerar o dano ecológico que podem causar, sem  saber se é uma espécie protegida e sem medir consequências desta caça indiscriminada. Há casos de pessoas que efetuam Yamadori de forma massiva onde sobrevive um de cada 10 exemplares coletados.

Também te preocupa em aplicar todas as normas ecológicas dia a dia no bonsai. Recicla o que puder reciclar, usa produtos naturais em teus exemplares, entre outras coisas.

2 – Fazer bonsai para satisfazer a ti e não aos outros

É importante que o Bonsai seja para te dar prazer como hobby, como profissão ou como atividade de vida.  Porém é mais importante que o executes de tal forma que a meta seja sempre para satisfazer a ti mesmo e não para satisfazer as opiniões dos outros. Se só te limitas satisfazer a opinião dos outros nunca vais disfrutar o fazer bonsai. Sempre vais encontrar opiniões adversas no meio, inclusive se tens um bom nível de bonsai e, sobretudo podes cometer o erro de não cumprir com o 1º mandamento.

Se superas ti mesmo vais conseguir que teus bonsai tenham um nível superior em cada etapa de superação,  conseguindo que os demais admirem o teu trabalho.

3 – Compartilhar tuas aprendizagens e experiências

Um erro muito comum e que, todavia existe no meio é manter o bonsai como se fosse um segredo divino e só acessível  aos eleitos. No mundo atual existem tantos canais de comunicação que num só click  podemos conseguir qualquer informação sobre o bonsai desde fundamentos iniciais até as técnicas mais avançadas na comodidade do teu lugar.

Está comprovado cientificamente que uma pessoa cresce mais em conhecimento e experiência quando compartilha e interage com as pessoas transmitindo o que aprendeu. Inclusive o que ocorre é que este conhecimento retorna mais sólido, explícito e não se esquece facilmente.

4 – Não criticarás, mas construirás

Em toda comunidade de pessoas que atuem em um meio específico, por exemplo religião, futebol, pintura, música…  e no bonsai, sempre em dita comunidade existira um grupo de pessoas cujo “aporte é a crítica mal intencionada”.  Toda crítica bem dirigida e com fundamento, contribui para o crescimento e a melhora. Preocupa-te como ativista no bonsai em construir e participar oferecendo o melhor.

5 – Não acumularás

Um dos erros mais comuns dos principiantes é acumular árvores pensando que enquanto mais se tem melhor bonsaísta se é.  Possivelmente o acumular te obriga a praticar mais, porém existem outros meios para obter dita prática rapidamente como, por exemplo, uma escola. O que ocorre normalmente é que vais gerar mais custos para manter uma coleção desmedida que inclusive terminas aplicando técnicas de bonsai  de forma parcial por não ter tempo disponível de abordar em uma coleção grande.  Além do que, não esqueça, que a taxa de mortalidade será mais alta pelo descuido que podes ter com tuas arvores.

Aqui a chave é menos e melhores exemplares.

6 – Assistirás a congressos, workshops, clube ou associações, leitura de revistas e livros, concursos, etc.

Sem lugar a dúvida a taxa mais elevada para adquirir conhecimento rapidamente e inclusive uma forma mais econômica é participar de workshops, ler e pertencer a um clube ou associação. A quantidade de vias de comunicação serão maiores e sempre aprenderás mais rápido que estar praticando sozinho. Mais de uma vez eu ouvi de pessoas que assistiram  a uma oficina onde o orador oferece algumas dicas de dados particulares ou mencionado o que aprenderam depois de 3 ou mais anos de tentativas e erros.  E o que ocorre é que os assistentes adquirem a experiência de alguém que demorou anos para aprender.

A participação de congressos fará com que te motives sem sombra de dúvida em obter o melhor proveito para teus bonsai…  Eventualmente queiram ou não o ser humano é competitivo… Sempre vais querer ganhar e farás o maior esforço aplicando seu aprendizado em sua árvore. Igualmente aqui se cresce participando mais que desejando somente ganhar um prêmio.

7 – Não desejaras fazer Tanuki

Este mandamento é controverso porque muitos bonsaístas creem que o “engano” ou tanuki no deve ser praticado.  O que acontece é que para obter um tanuki é que seja tão bom que ninguém se de conta dele, requerendo técnica e experiência muito elevada.  No em geral, nesse nível não se considera como razoável fazer tanuki. Contudo é divertido fazê-lo….. E se fizer deixa para que somente tu o vejas.

8 – Respeitarás as regras do bonsai no começo

Todos nós dizemos conhecer as regras do bonsai e todos nós queremos cumpri-las ou rompê-las. O que acontece é que  conhecê-las e aplicá-las de forma correta é o maior passo para se conseguir um bom nível no bonsai.  Tão logo as domine,  quando saibas o por quê de ditas regras,  poderás “rompê-las”.

9 – Usarás o vaso mais adequado que possas dispor para teu bonsai

É preciso um esforço enorme, custos, tempo e paciência para se fazer um bom exemplar de bonsai.  Porém no momento de buscar um vaso  definitivo selecionam um vaso de menor valor e ou estética por considerar um gasto que poderiam utilizar em outro bom exemplar de pré-bonsai ou bonsai. Sempre que puder investe em um bom vaso pra o teu melhor exemplar, com ele incrementas inclusive o valor monetário e a beleza do conjunto.  Óbvio, buscando a melhor alternativa dentro do teu alcance econômico.

10- Cultivarás a paciência

A evolução do ser humano busca normalmente  duas coisas a simplicidade e a rapidez. E isto visualizamos em nossa vida cotidiana e laboral onde nos exigem tudo rápido. O mesmo acontece no bonsai, porém aqui a natureza tem seu tempo com o qual devemos nos moldar nesta situação. Não esqueça que a paciência é uma virtude e com o bonsai poderás desfrutá-la.  Assim sendo, disfruta  cada passo, cada fase de teu bonsai e não force um imediatismo que mate tua árvore.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s